Yooka-Laylee, Stardew Valley, Blaster Master Zero, Runner3 e mais uma avalanche de indies para Switch.

Nintendo realizou uma apresentação na qual  deixou claro o forte apoio que os desenvolvedores independentes estão fornecendo ao Switch. A empresa revelou que está trabalhando com vários estudos e mostrou os primeiros títulos que chegam ao seu novo console, que estará disponível a partir de 3 de março.

Entre os anúncios destacados pela Nintendo encontramos o Commander Video, cujas aventuras seraam  exclusivas para o Switch com Runner3, disponível durante o outono. A aventura desenvolvido em decima para baixo de Blaster Master Zero e seu modo para dois jogadores é outra das exclusividades da Nintendo, que chegará em 9 de março para 3DS e Switch.



PlaytonicGamess cancelou a versão yooka-laylee para Wii U, mas anunciou estar a trabalhando com a Nintendo para lança-lo no Switch. A colaboração tem dado seus frutos e o jogo de plataformas estará disponivel este ano para o novo console. Sob o selo da Team17 temos também The Escapists 2 e Overcooked: Special Edition..

Além de anunciar que Stardew Valley chegará ao  Switch neste verão, Chucklefish Games também revelou que o console da Nintendo será o primeiro a oferecer modo multiplayer. O mesmo estudio também anunciou que WarGroove, um título de estratégia por turnos que oferece partidas multiplayer local e online e Pocket Rumble, um jogo de luta 2D, também chegará ao Switch.


Nintendo vai continuar a apostar nos suecos de Image & Form Games, que durante o verão iram distribuir o SteamWorld Dig 2para Switch. Shakedown Hawaii, o sucessor espiritual de 16-bit Retro City Rampage, terá lutas de rua no Switch apartir de abril, o mesmo mês em que também estará disponíveis o jogo  de naves Graceful Explosion Machiney e o jogo de ação Mr. Shifty.

Outros títulos indie mostrados ou indicados pela Nintendo foram os seguintes:Enter the Gungeon, Shovel Knight, Thumper, Gonner, Kingdom Two Crowns, Flipping Death, Celeste, Dandara, TumbleSeed, Pocket Rumble, Perception, Ultimate Chicken Horse, Snake Pass, NBA Playgrounds, The Binding of Isaac: Afterbirth, Fast RMX, Shovel Knight: Specter of Torment, Rogue Trooper Redux e Shovel Knight: Treasure Trove.

Nintendo afirma que antes do final do ano terá lançado mais de 60 jogos indie no eShop para Switch.


Microsoft anuncia Xbox Game Pass, um serviço de para assinantes com acesso a mais de 100 jogos

Microsoft apresentou  Xbox Game Pass, um serviço de assinatura ao estilo Netflix para Xbox One que chegará no final da primavera deste ano. Xbox Game Pass irá oferecer acesso ilimitado a mais de 100 jogos, incluindo títulos de Xbox 360 e Xbox One por 9,99 dolares por mês. Até agora está disponível apenas no Xbox One, vamos ficar na torcida para vêr se esse serviço aparece para PCs com windows 10.

Os jogos disponíveis no Xbox Game Pass são baixados diretamente para o dispositivo e uma vez instalados podem ser jogadod sem conexão com a Internet até 30 dias. Não há limite para o número de jogos que pode ser baixado (dependerá da capacidade do disco rígido), mas o catálogo é variádo; jogos são adicionados mas alguns também são excluídos. Se você quiser ficar com um jogo você poderá comprar-lo imediatamente com um desconto de 20% (enquanto a assinatura estiver ativa).

Se o usuário cancelar a assinatura do Xbox Game Pass todos os jogos baixados não estarão mais disponíveis, mas o progresso e as conquistas permanecem ligados à conta. Xbox Game Pass é independente do Xbox Live Gold, porém é necessario o serviço on-line para jogar jogos multiplayer.

No momento não há nenhuma lista completa dos jogos disponíveis no primeiro dia. Só foram confirmados a presença de alguns títulos como Fable III, Gears of War: Ultimate Edition, Halo 5: Guardians, Lego Batman, Mad Max, Mega Man Legacy Collection, NBA 2K16, Payday 2, Saints Row IV Re-Elected, SoulCalibur II y Tekken Tag Tournament II. Entre las editoras que participan en el programa Xbox Game Pass encontramos a 2K, 505 Games, Bandai Namco, Capcom, Codemasters, Deep Silver, Focus Home, Sega, SNK, THQ Nordic, Warner Bros. e Microsoft Studios.


Microsoft planeja testar Xbox Game Pass com um grupo de membros do programa Xbox Insider que terão acesso a um pequeno número de jogos. A Microsoft também irá oferecer aos assinantes da Xbox Live Gold um acesso atencipado antes do lançamento global, cujos detalhes serão anunciados mais adiante.

Fonte: Xbox Wire

Warner Bros. apresenta oficialmente Middle Earth: Shadows of War

Warner Bros anunciou oficialmente o desenvolvimento de Middle Earth: Shadows of War, que mais uma vez será desonvolvido pelo estudio Monolith Productions. O lançamento do jogo está programdo para 25 de agosto de 2017 no PlayStation 4, Xbox One e Windows 10 PC (Windows Store e valve). Também terá suporte para o PlayStation 4 Pro e Project Scorpio.

Middle Earth: Shadows of War coloca seus eventos entre O Hobbit e O Senhor dos Anéis, para continuar a história. Talion, Celebrimbor e um novo anel do poder voltarão a ser os protagonistas de uma aventura que leva os jogadores a cruzar as linhas inimigas para formar um exército e ir contra o Lorde das Trevas, Sauron.

O sistema Nemesis, que gera histórias pessoais mediante a inimigos gerados proceduralmente e que recordam de cada confronto, estará presente. A novidade será a introdução de seguidores que daram forma a novas histórias de lealdade, traição e vingança.

Todas as decisões e ações do jogador vão influenciar os ambientes e personagens de Shadows of War ", criando um mundo pessoal e único, com cada novo jogo."


"Depois da incrível recepção de Terra-média: Sombras de Mordor, aumentamos significativamente cada aspecto do jogo, como o mundo, a historia, os sistemas de RPG, o estilo do jogo e, claro, as histórias pessoais do sistema Nemesis "diz Michael de Plater, vice-presidente Monolith Productions.

Middle Earth: Shadows of War estará disponível em até 4 edições: Standard; Sliver com as expansões Slaughter Tribe and Outlaw Tribe ; Ouro que adiciona mais duas outras expansões voltadas para a história (Blade of Galadriel e The Desolation of Mordor); e Mithril, que inclui as quatro expansões e uma estátua de Balrog Tar-Goroth contra o dragão Carnan entre outros conteúdos.

Warner Bros. também confirmou que a Terra Média: Shadows of War será parte do Xbox Play Anywhere nas plataformas Microsoft.

P.A.M.E.L.A. vai entrar em acesso antecipado na Steam em 9 de Março.

NVYVE Studios anunciou que P.A.M.E.L.A., o jogo de survival horror e sci-fi, em mundo aberto e em primeira pessoa, estará disponível com acceso anticipado na Steam em 09 de março de 2017. O objetivo da equipe de desenvolvimento é trabalhar com a comunidade e evoluir o jogo à medida que adicionam novas funcionalidades e conteúdos até alcançar o

Em P.A.M.E.L.A. os jogadores devem sobreviver usando a uma tecnologia pouco convencional enquanto eles exploram Éden, uma cidade cujos cidadãos estam enlouquecidos por uma horrível epidemia biológica. A ajuda inicial é fornecida pela inteligência artificial que leva o nome do jogo, cuaj a utilidade também dar aos jogador habilidades avançadas.

Chris Redfield estará no DLC "Not A Hero" de Resident Evil 7.

No Twitter da série Resident Evil eles revelaram alguns detalhe interessante sobre o DLC "Not A Hero" que saira nos próximos meses. O mercenário da Umbrella (como eles insistem em caracteriza-lo na Capcom), que pode ou não ser exatamente o mesmo personagem que conhecemos desde o primeiro jogo da série ele será o personagem de sua própria história de perseguição contra o Lucas Baker.
Além da cara completa RE7dfield, o tweet inclui uma terceira imagem que pode servir como uma pista melhor sobre o conteúdo de "Not A Hero", uma história que esperamos que venha a dar as respostas sobre a situação atual do personagem.

Fonte: Twitter

Valve lança SteamVR em fase beta para Linux.

SteamVR para Linux é uma realidade. Em parte, pelo menos. Quatro meses depois de oferecer um primeiro vislumbre, a Valve lançou oficialmente sua plataforma de realidade virtual para Linux atraves do GitHub, permitindo que os desenvolvedores de jogos e aplicativos possam começar a bater seus teclados antes que os usuários terem a oportunidade de desfrutar de suas criações, pelo menos, em caráter aberto.

A versão atual do SteamVR para Linux está atualmente em fase beta, então você precisa usar um driver da Nvidia específico (ou uma placa da AMD com um pouco mas de trabalho) para executar o software desenvolvido. Sendo ainda um programa beta existem um número de imperfeições e problemas técnicos que ainda seram resolvidos. Características básicas como software de tutorial e a configuração padrão aparentemente funcionam bem, mas a visualização do desktop gera erros e o controle de energia ainda esta  problemática.

Se bem que o Linux não é a primeira opção que vem na cabeça dos jogadores de PC, a Valve tem um interesse de reforçar o papel de suas Steam Machines com iniciativas como esta e não faz muito tempo ela anunciou que estava trabalhando em vários jogos de realidade virtual , de modo que as notícias de hoje nãop fazem muito sentido.

Por outro lado, a Valve também observou que este ano vai lançar a segunda geração da SteamVR. Os novos sensores seram oferecidos diretamente pela empresa (até agora sua venda como acessorio era relazida pela HTC) e não só proporcionam uma maior precisão, mas também seram mais acessíveis graças a uma novo desenho mecânico simplificado.
 




Ao mesmo tempo a Valve deixará de exigir um curso de formação de 3.000 dólares em Seattle aos desenvolvedores interessados em criar novos produtos baseados na tecnologia de rastreamento SteamVR (embora continue a ser oferecido como uma opção). Com esta decisão, a empresa espera encorajar a criação de novos dispositivos e conteúdo para sua plataforma.

Fonte: GitHub

Os procesadores AMD Ryzen 7 de oito núcleos chegarão em 2 de Março a partir de 329 dólares.

AMD realizou um evento em San Francisco (Estados Unidos) para anunciar todos os detalhes sobre o lançamento dos processadores Ryzen 7  baseados na nova arquitetura Zen. O fabricante  mostrou os três primeiros modelos (1800x, 1700X e 1700) com oito núcleos e 16 threads, cujo o público alvo são os entusiastas, como jogadores ou criadores de conteúdo.

Com uma frequência base de 3,6 GHz, um modo turbo de 4.0 GHz e um TDP de 95 W, a Ryzen 7 1800x é o processador mais rápido que a AMD mostrou hoje. Segundo a empresa, utilizando a solução de benchmark Cinebench R15 nT sua unidade fornece 9% mais de potencia do que o octa-core Intel i7 6900K e tem o mesmo resultado com Cinebench R15 Q1. Porém a grande diferença é que o Ryzen 7 1800x custa 499 doalres, a metade do preço do i7 6900K.


O próximo da lista é o Ryzen 1700X: com 3,4 GHz de frequência base, 3,8 GHz no modo turbo e um TDP de 95 W. Seu preço é de 399 dolares que é uma aposta bastante atrativa considerando que de acordo com a AMD oferece 39%  a mais de potência do que o i7-6800K octa-core ($ 425). De acordo com benchmarks Cinebench R15  nT o Ryzen 1700X também bate por pouco (4%) no i7 6900K. Ambas as soluções Intel têm um TDP 140 W.



Por 329 dólares o Ryzen 7 1700 é o modelo mais acessível. Este processador tem uma frequência base de 3,0 GHz, e 3,7 GHz em modo turbo e TPD 64 W. AMD o compara com o Intel Core i7 7700K  (4 núcleos e 8 threads) de 350 dólares, que teve um aumento de desempenho de 46% no Cinebench R15 nT (programa que beneficia especialmente processadores com mais núcleos).



Embora tenha mostrado apenas resultados usando a solução Cinebench referência, a AMD afirma que Ryzen 7 são processadores para desktop de oito núcleos ", com maior desempenho e menor consumo no mundo". Vamos esperar que outras análises sejam publicadas,e que em 02 de março os Ryzen 7 chegem em todas as lojas do mundo. O Ryzen 5 de quatro e de seis núcleos estarão disponíveis mais tarde.


Fonte: AMD

Nintendo Switch: Mais jogos indie, sem console virtual no inicio e atualização no primeiro no dia do lançamento.

Depois de realizar o unboxing oficial (que na Europa foi feito hoje de maneira tão solene por Satoru Shibata ), a Nintendo tem permitido por meios autorizados publicar os tradicionais hands-on . Ao mesmo tempo, a empresa confirmou alguns detalhes finais sobre o console, incluindo a chegada de mais títulos independentes (batizada como Nindie), a ausência até agora de um console virtual e da existência de uma actualização está disponível desde do primeiro dia.

Para começar, o ano a Nintendo eShop vai oferecer mais de 60 jogos Nindie, além de conteúdo para download e versões digitais de outros títulos que também serão vendidos em lojas físicas. De todo o catálogo de jogos independentes existem três novos títulos a seram lançados junto com o Nintendo Switch em 3 de Março:Shovel Knight: Treasure Trove, Shovel Knight: Specter of Torment y FAST RMX.

Shovel Knight: Treasure Trove apresenta o original Shovel Knight e todo o conteúdo para download lançados até hoje,  Shovel Knight: Specter of Torment, a expansão independente que também pode ser adquirido separadamente. Ambos os jogos chegam ao Switch com exclusividade temporária. O terceiro jogo, o FAST RMX, é um título de corridas anti-gravidade disponível apenas para o novo desktop Nintendo.

A Nintendo também confirmou que os jogos da Console Virtual não estarão disponíveis no Switch na em seu lançamento. A empresa diz que está "estudando a possibilidade de oferecer uma forma de transferir para o console do switch Nintendo o conteudo digital do adquiridos nas lojas anteriores, mas atualmente não há nada confirmado."

Será possível acessar a partir do Switch  as contas de outros dispositivos através de uma carteira comum. Para activar esta funcionalidade, é necessário vincular um Nintendo Network ID a uma conta d Nintendo e depois, vincular essa conta Nintendo ao cosole Nintendo Switch.

Antes de poder usar o Nintendo eShop (ou qualquer função on-line),você precisará baixar e instalar a primeira atualização do Nintendo Switch. Esta mesma atualização, estará disponível no dia 3 de março, e também permiterá que você use os cartões micro SD.

Você já pode reservar o nome de usuário para a conta de Nintendo.

Nintendo atualizou o site da Nintendo Account para adicionar novos recursos para  o lançamento do Nintendo Switch marcado para 3 de março. A principal novidade é a aparição do campo do nome de usuário (dentro das informações do usuário), outra identificação que os jogadores devem configurar.

Tudo parece indicar que o nome de usuário da Conta Nintendo é a forma como os jogadores do Switch serão reconhecidos no sistema on-line do console(nas salas de chat, por exemplo). É um identificador independente (e possivelmente substituirá) o Nintendo Network ID (NNID) usado atualmente nos serviços on-line que oferecem Wii U e o Nintendo 3DS. O nome de usuário também é usado para fazer logon.

Como na maioria dos serviços desse tipo, o nome de usuário é único e não pode existir dois idênticos (highlander, só pode haver um). Miyamoto já esta em uso e Mario não é escolhido porque o sistema requer pelo menos seis caracteres. Se você tem um conta Nintendo não seria bom já ir reservando o seu nome, por que a cada novo usuário fica cada vez mais difícil escolher o nome desejado.

Com o lançamento do Switch a conta Nintendo ganhará más importância, uma vez que irá manter um registro das compras na Nintendo eShop. Quando é linka a conta ao novo console será possível voltar a fazer download de qualquer software ou conteúdo que tenha sido adquirido por essa conta. A Nintendo demorou anos, mas finalmente as compras não ficaram assosiadas ao console como era antes.

O serviço online do Nintendo Switch será gratuito até o outono de 2017. Apartir do outono para jogar online será necessarui pagar uma assinatura (de preço ainda desconhecido) cujos benefícios também incluem salas online e chat por voz através de um aplicativo para telefones móveis, um jogo que pode ser baixado mensalmente e  diferentes promoções.

Fonte: Polygon

Microsoft teria cancelado a segunda geração das HoloLens para lançar um modelo mais avançado

Passaram-se mas de dois anos desde que a Microsoft revelou HoloLens, sua aposta com a realidade virtual (ou mista, como a empresa prefere descrevê-lo) materializada na forma de um sofisticado oculus com câmeras e sensores para fornecer uma experiência mais simples do que as suportadas por outras alternativas. A essa altura era de se esperar uma versão comercial mais acessível, ou pelo menos uma segunda geração do dispositivo, mas como já foi dito em Thurrott.com, a Microsoft cancelou o desenvolvimento da segunda geração do seu oculus de realidade virtual tal como estava sendo moldada, para se concentrar diretamente na terceira geração.

De acordo com as fontes consultadas pelo site, que tem conexões invejável, com Redmond, a Microsoft decidiu terminar HoloLens V2 e redirecionar seus esforços para o desenvolvimento de uma versão ainda mais avançada e que vai permitir à empresa implementar melhorias em um dispositivo do qual obviamente, esperam um impacto consideravel. Isto significa que não veremos uma nova HoloLens em 2017. Nem em 2018. De acordo com Thurrott, a Microsoft vai lançar a próxima geração de HoloLens em 2019.



É de se imaginar que a próxima grande revisão do HoloLens irá incorporar melhorias substanciais em fatores-chave, como o tamanho, a autonomia, poder de processamento e o campo de visão. O que não está claro é se a Microsoft vai baixar o preço substancialmente (atualmente fixado em um valor não acessível de 3.000 dolares). A questão parece justificado considerando que a sua atual estratégia para conquistar o consumidor através do lançamento dos oculus para Windows Holographic, desenvolvidos por parceiros externos e comercializados por preços muito mais baixos, sendo assim ficando mais acessíveis e próximo ao limite de 300 dolares.



A aparente demora da nova geração das HoloLens vai dar o que falar em alguns círculos. De acordo com Thurrott, este atraso se deve por que as HoloLens não tem concorrência direta e os engenheiros da Microsoft acreditam que seus potenciais rivais ainda estão longe de alcançá-los. Espara-se que a Magic Leap  seja uma das empresas com um produto da realidade mista ou híbrida mas avançada, porém os últimos relatórios sugerem que a empresa encontrou sérios problemas técnicos na hora de diminuir sua teclogia para integrala em um produto potencialmente revolucionário e que supostamente seria do tamanho de um óculos convencionais.


Fonte: Thurrott

A interface do switch pode ser vista no primeiro unboxing

   
O Nintendo switch tem sido amplamente mostrado à imprensa em muitos eventos realizados em todo o mundo, mas sua interface raramente tem sido autorizada ser mostrada. Até agora. Um usuário NeoGAF afirma que uma loja enviou o console duas semanas antes do previsto, e para provar isso gravou um vídeo no qual a configuração inicial e toda a interface do sistema operacional é exibido.

A aposta do Nintendo Switch não muda muito de qualquer outro dispositivo similar. Seleção de idioma, região, o classico termo de licença de aceitação do usuário final, a opção de se conectar a uma rede sem fio, configurção da localização e da data e hora. Depois de um rápido reconhecimento dos  Joy Con, só resta adicionar um usuário (ou mais) e configurar o Parental Control para chegar à tela inicial do console.

                                             
                                          





O Home do Nintendo Switch mostra os jogos e um menu com seis ícones: News, Nintendo eShop (pede uma atualização antes de acessar), Album, Controllers, Settings e Sleep Mod. Em Settings (Configurações) pode ser verificado que o sistema de Switch se reserva 6,1 GB, deixando livre 25.9 GB dos 32 GB, que equipa o console (o download de um jogo como Zelda: Breath of the Wild usa 12.5 GB de espaço). Aqueles que precisam de mais espaço podem expandir o armazenamento até 2 TB usando um cartão.

No final do vídeo  você também pode ver como é a interface e o que acontece quando o console está em Sleep Modea. Mode). Para que o Switch Mudar acorde basta pressionar o mesmo botão três vezes.

Nintendo anuncia passe de temporada para The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Nintendo anunciou que The Legend of Zelda: Breath of the Wild é o primeiro jogo da saga principal no qual está sendo desenvolvido conteúdo para download. O passe de temporada estára disponível para a compra no mesmo dia do lançamento do jogo, em 3 de Março, que garante o acesso três novos Baús de Tesouros que aparecerão na área Great Plateau do jogo. Um destes baús terá uma camisa com o logotipo do Nintendo Switch em que Link poderá usar durante sua aventura", lê-se em comunicado oficial. Os pacotes restantes vão oferecer "itens muito úteis"

Nas palavras da Nintendo, Zelda: Breath of the Wild oferece aos jogadores uma aventura que "irá mantê-los entretidos durante horas", bem como a liberdade para explorar o vasto reino de Hyrule. A empresa não quer perder a oportunidade de oferecer aos zelderos aventuras adicionais para aproveitar ainda mais o mundo que o jogo oferece.



O primeiro pacote de DLC está programado para ser lançado neste verão e irá adicionar a Cave of Trials, um novo modo de dificuldade e um novo recurso para o mapa do jogo. O segundo pacote de conteúdo será lançado no final de 2017 e irá adicionar novos desafios que permitem aos jogadores desfrutar de um novo calabouço e uma nova história original.


Cheetah e Catwoman foram adicionadas ao Injustice 2.

Warner Bros. mostrou um novo trailer de Injustiça 2 focado em algumas super-heroínas e supervilans que estaram no novo jogo de luta desenvolvido pela Netherrealm Studios. A principal novidade que temos é a apresentação de Cheetah e Mulher Gato (Catwoman), e também o primeiro gameplay da Hera Venenosa (Poison Ivy).

Cheetah se destaca por sua agilidade, força e garras retráteis. Ela também possui uma velocidade e força sobre-humana que lhe permitem lutar cara a cara contra a sua arquiinimiga Mulher Maravilha (Wonder Woman também incluído no jogo). Por causa de suas recentes aparições em filmes, a Mulher Gato (Catwoman) é amplamente conhecida pelo público. Essa ladra de lealdade duvidosa e roupa de couro é uma especialista em combate corpo a corpo e um grande atleta que também pode punir seus inimigos com o chicote.

Poison Ivy ou Poison Ivy é uma inimiga de Batman. Seu completo controle sobre qualquer tipo de planta e o uso de toxinas são as suas principais armas, que não hesita em usar para tornar o mundo um lugar mais seguro para as plantas.

Durante as últimas semanas foi anunciado uma série de personagens que farão parte inicial de Injustice 2. Ontem mesmo foi apresentado o Monstro do Pântano (Swamp Thing), há duas semanas atrás foi apresentado o Canário Negro (Black Canary) e durante o mês de janeiro foram adicionados Robin, Brainiac e Darkseid (Bonus de pré-venda).

Injustice 2 estará disponivle em 19 de maio de 2017 para PlayStation 4 e Xbox One.

Ultra Street Fighter II para Switch terá um modo em primeira pessoa.

Através de uma foto da capa traseira da caixa de Ultra Street Fighter II: The Final Challengers, a nova versão definitiva do clássico da luta que chegará no console híbrido da Nintendo em uma data perto de seu lançamento, temos confirmados dois detalhes interessantes que este título adiciona à versão HD Remix e que podemos jogar no Xbox 360 e PlayStation 3.




Por um lado, a capa traseira indica que junto com os modos de jogo normal irá ser incluido um álbum de uma arte da série com mais de 250 ilustrações de alta resolução. O interessante que esta parte nostálgico chegará junto com os 25 anos da chegada da serie as consoles da Nintendo.

O mais intrigante é a promessa de um modo em primeira pessoa chamado (pelo menos na versão em japonês) de "Fire! Ha-DO-ken", aparentemente focada na eliminação de ordas de inimigos com um limite de tempo usando os sensores de movimento dos Joy-Con.

O trocadilho com o nome do modo também evoca a possibilidade de limitar a luta para o lançamento dos iconicos ataques de energia da série. Antes dessa confirmação, tínhamos visto um intrigante segundo de vídeo no final do trailer em que Ryu despachava um dos soldados Shadaloo com esta técnica.


A última vez que a série de luta da Capcom usou uma perspectiva diferente da de costume foi precisamente na versão Nintendo 3DS de Super Street Fighter IV, onde para exibir as característica única da tela do portanil poderiamos completar qualquer modo de jogo ( com o controle usual) como se você estivesso olhando por cima do ombro do seu personagem. Outros jogos de luta como a versão para PS Vita de Dead or Alive 5 Ultimate também tem essa abordagem em primeira pessoa.

Fonte: nintendoeverything

Valve substituirá Steam Greenlight por um sistema mas rápido.

Valve anuncia o fim do o steam Greenlight, um sistema que permite aos jogadores votar nos jogos que eles querem ver na loja de steam, em favor de um processo mais simplificado, mas que também poderia ser mais caro para os desenvolvedores. Esta nova forma de publicação digital esterá disponível na próxima primavera e será chamado de team Direct.


Greenlight foi introduzido em julho de 2012 como uma nova plataforma destinado a medir o interesse dos jogadores em pequenos projectos (basicamente jogos indie). Desde então, os usuários podem expressar seu entusiasmo com um jogo, mas sem o compromisso de compra. Os títulos que ganham o apoio dos clientes recebem luz verde e chegam a loja Steam.




Origienalmente a valve idealizou este sistema de forma que os desenvolvedores poderiam ter um contato mais direto com os jogadores, com isso a steam não tem mas o trabalho de avaliar todos os jogos, antes de permitir  à venda em sua loja. Com o Steam Direct elemina a votação de popularidade. Os desenvolvedores só devem enviar digitalmente alguns documentos, pagar uma taxa (que pode ser recuperar) e lançar o jogo. O problema pode ser a tarifa.


Com Greenlight, os desenvolvedores pagam uma taxa única de 100 dolares (que são doados a Child’s Play) e pode apresentar quantos projetos quiserem. Mas com o Steam Direct a taxa será para cada jogo. Valve ainda não fixou um preço e mas fez uma consulta com os desenvolvedores e as opções variam de $ 100 a $ 5.000. A empresa está estudando um preço equilibrado que permita que as equipes talentosas levem o seu jogo adiante com isso e evitando os titulos de qualidade ou confiabilidade duvidosa.

De acordo com a Valve, Greenlight tornou-se um problema para os desenvolvedores, que estão frustrados pela incerteza e opacidade do processo. A empresa também reconhece que nos últimos anos o interesse dos jogadores em votar nos projetos Greenlight está diminuindo.


O adeus do Steam Greenlight não é uma grande surpresa. Durante o Steam Dev Days de 2014 Valve já tinha anuncido seu interesse em acabar com o Greenlight: "O nosso objectivo é que Greenlight acabe. Não por não ser útil, mas por que estamos evoluindo ", disse Gabe Newell, co-fundador da Valve.

Marvel vs Capcom 3 será o nono jogo na EVO 2017

Os oito dos nove jogos da EVO foi anunciado em janiero e deixava um em aberto para a escolha dos próprios fãs, que deveriam votar através de suas doações na fundação Make a Wish International. O prazo para a realização das doações em nome de cada título foi finalizado, e na comunidade de luta não faltou foi drama, e o grande vencedor foi Ultimate Marvel vs. Capcom 3 que alcançou a vitoria contribuindo com mas de 71.000 dolares de um total de 150.000 arecadado.




Também estavam concorrendo  Pokkén Tournament, Killer Instinct, Mortal Kombat XL, Skullgirls, Super Street Fighter II: Turbo, Windjammers, Nidhogg e o game exclusivo do Nintendo Switch, ARMS.

Fonte: Twitter da conta EVO confirmação com a confirmação

Kolin será a próxima lutadora de Street Fighter V

Depois de várias pistas Capcom revelou que Kolin vai se juntar ao grupo de lutadores de Street Fighter V para PlayStation 4 e Windows PC (Steam). A origem deste personagem vai foi la em Street Fighter III, quando era assistente de Gill e deu as caras como Helen no modo história do game mais recente da série.


Kolin, também conhecida como a Fantasma de Gelo e Neve, estreou em Street Fighter V depois de ter trabalhado com Gill e a organização secreta Illuminati. "Kolin trabalha na sombra, a fim de completar a profecia de Miraha e prender quem se atreva a ficar no caminho Gill", diz a descrição fornecida pela Capcom.




Kolin utiliza artes marciais russas chamadas de Systema e controla o poder de gelo. Com o V-Trigger chamado Diamond Dust a personagem pisa duas vezes no chão, cada uma delas lançando rajadas de gelo, causando dano e atordoando o oponente, podendo até congelar o inimigo. Com a arte crítica batizado de Frost Torre amarrando ataques e invocar grandes pedaços de gelo.



Igual ao resto dos lutadores, Kolin podera ser adquirida com a moeda do jogo. Aqueles que preferem o caminho mais rápido vai encontrá-la dentro do segundo season pass, que também inclui Akuma e 4 novos lutadores. Kolin estará disponível de 28 de Fevereiro.

Fonte: Capcom

1-2 Switch apresenta 10 de seus 28 minijogos em vídeo

Nintendo atualizou o site japonês para 1-2 Switch, o conjunto de mini-jogos com foco nas peculiaridades do console híbrido da Nintendo que deve chegar ao mercado no mesmo dia de seu lançamento (mas não com o jogo Wii Sports incluído). Graças aos perifericos adicionadas sabemos que a coleção vai incluir um total de 28 jogos, com 10 vídeos de demonstração mas sem muitos detalhes, veja abaixo:

















Miyamoto: Os estudios da Nintendo tem dominado Unreal Engine

Historicamente, as equipes de desenvolvimento japoneses de jogos têm mais confiança nas suas próprias soluções gráficas do que nas de terceiros. Esta pode ser uma grande vantagem, porque constroem ferramentas que se adaptam perfeitamente ao estudio, console e título, mas também há desvantagens. Por exemplo, um desenvolvimento mais complexo  normalmente é traduzida em maior investimento de tempo e dinheiro.



O fabricante de hardware da Nintendo tinham um segundo problema: a dificuldade das third party de aproveitar suas plataformas. Mas parece que com o Switch a Big N vai matar dois pássaros com uma pedra só, ao conseguir suporte total para o Unreal Engine com o novo console (que junto ao hardware Nvidia torna mais fácil portar e desenvolver jogos) e completo conhecimento deste motor gráfico pelos estudios da Nintendo.


"A pesar de que muitas vezes é falam que os desenvolvedores de software americano e europeu têm mais habilidade do que os japoneses em termos de desenvolvimento técnico, os trabalhadores dos estudios da Nintendo dominam ferramentas como o Unreal Engine, e agora as suas capacidades podem ser comparado com os desenvolvedores ocidentais ", disse Shigeru Miyamoto, durante uma conferência com investidores.



As palavras de designer japonês são reforçadas por Shinya Takahashi, diretor da Nintendo e um dos chefes do Switch. Na mesma conferência o executivo revelou que, desde o início da concepção do console criaram um ambiente adequado para os desenvolvedores se sentirem mais confortáveis, com o objectivo de serem capazes de criar os jogos de uma maneira mais fácil.


Em nenhum momento Miyamoto afirma que estúdios da Nintendo vai usar Unreal Engine em seus próximos jogos, e é óbvio que as próprias ferramentas continuam sendo de vital importância para a empresa. Mas uma melhor compreensão da solução gráfica da Epic Games (usado por uma grande parte da indústria) permitirá aos desenvolvedores da Nintendo  oferecer mais e melhor suporte as third party na hora de criar ou trazer seus jogos para o switch. Em última análise, isso se traduziria em um apoio maior ao Switch.

 Fonte: Venture Beat

Palit apresenta a primeira placa Nvidia GTX 1050 Ti com refrigeração passiva



A feira CES 2017 de Las vegas foi o palco escolhido por inumeros dos fabricantes para a estrear uma ampla gama de equipamentos. Palit, a empresa especializada em unidades gráficas Nvidia, anunciou hoje um novo produto que contribui para o crescente catálogo de produtos baseado na solução grafica Pascal. Seu nome é Palit GeForce 1050 GTX Ti KalmX, e é a primeira placa GTX 1050 Ti de refrigeração totalmente passiva.


O primeiro integrante da linha KalmX (que como seu nome será formada por placas com funcionamento silencioso) é caracterizada por um desenho com um enorme dissipador com dupla condução de calor e aletas de níquel sobre uma base de cobre.





Com um clock de 1.290/1.392 MHz, a GTX 1050 Ti KalmX possui 4 GB de memoria GDDR, assim como contectors HDMI, DVI e DisplayPort em um placa que pelo seu tamanho pode ter um bom encaixe em computadores gamers onde o silencio seja uma das características desejada.

Como apontado pelas especificações Palit, a placa precisa de 75 watts, sendo recomendado uma fonte com potencia mínima de 300 watts. As dimensões do produto são 182 x 142 mm, ocupando dois slots (algo a se considerado dependendo do tamanho do PC e o espaço disponivel).

Palit não informou até o momento o preço nem a data de lancamento da GTX 1050 Ti KalmX. No entanto, a empresa já enviou varias unidades de análise para a imprensa, com isso podemos supor que a informação sobre sua disponibilidade sera comunicada, logo que as primeiras analises começarem a aparecer.











Trailer de lançamento de Halo Wars 2

Trailer de lançamento de Halo Wars 2



Os amantes de estrategia em tepmpo real e o universo de Halo já podem ir esquentando os motores com o traile de lançamento de Halo Wars 2. Ainda estão faltando alguns para que agente consiga colocar as mãos em cima de jogo desenvolvido pela Creative Assembly e 343 indústrias, pois o jogo só estará disponível para Xbox One e windows 10 no dia 21 de fevereiro ou 17 de fevereiro se você comprar o Ultimate Edition.



Os jogadores de PC deveram ter os seguinte requisitos.

    Procesador:
        Mínimo: Intel i5 2500 o AMD FX 4350
        Recomendado: Intel Core i5 4690K o AMD FX 8350
    GPU
        Mínimo: GeForce GTX 650 Ti o AMD R7 260X con 2 GB de VRAM
        Recomendado: Nvidia GTX 1060 o AMD RX 480 con 4 GB de VRAM
    Memoria:
        Mínimo: 6 GB
        Recomendado: 8 GB
    Espaço em disco: 25 GB




Nintendo responde às críticas do lineup "fraco" de jogos que acompanharão o Switch.







Quando o Switch chegar ao mercado no dia 3 de mraço de 2017 somente terá disponivel 9 jogos, dos quais dois foram desenvolvidos pela Nintendo: The Legend of Zelda: Breath of the Wild e 1-2-Switch. Seu presidente,Tatsumi Kimishima, reconheceu que alguns vêem essa essa quantidade de jogos "Fraca", porém ele enfatizou que é apenas o inicio. Além disso, o otimismo do executivo esta muito alto, pois espera que o Switch tenha o mesmo sucesso que o seu irmão mas velho o wii.


"Alguns expressaram sua opinião de que esse é um lineup "fraco", disse Kimishima durante uma conferência antes da apresentação dos últimos resultados financeiros. " Nossa intenção sobre o lançamento de software é continuar trazendo novos jogos de forma regular, sem grandes burados. Isto encoraja os consumidores a continuar jogando de forma ativa, mantendo a atenção e estimula a continua venda do Nintendo Switch”.


O raciocínio do Kimishima é parecido com o de Satoru Iwata, ex-presidente da Nintendo, quando falou sobre o lançamento do Wii U em 2012. " Nintendo costuma a publicar muitos jogos no laçamento de um novo console, posteriormente, causando uma dinimuição de novos títulos, assim com a chegada do Wii u estamos sendo muito cautelosos com o objetivo de evitar que isso aconteça. Wii u quando foi lançado tinha 23 jogos, dos quais dois eram desenvolvidos pela Nitentdo (Nintendo Land y New Super Mario Bros. U).

Não foi uma estrategia muito boa. Wii U teve seu fim de vida vendendo menos de 14 milhões de unidades e um dos motivos foi a falta de jogos.daoi Além de longos períodos sem jogos por parte da Nitendo, o console também não teve apoio suficiente das empresas third-party. Após o seu lançamento, o Switch irá receber por parte da Nintendo, Mario Kart 8 Deluxe em 28 de abril, Splatoon 2 e Super Mario Odyssey no final do ano.



No entanto, Tatsumi Kimishima se mostrou muito eufórico com o Nintendo Switch e se atreve a dizer que o desempenho comercial estará a altura do Wii, pois a nova console também oferecera uma nova forma de jogar. Wii chegou a vender 101 milhoes de unidades.

O serviço online do Nintendo Switch terá um preço entre 2.000 e 3.000 yens por ano ( R$ 55 e R$85)






O serviço online do Nintendo Switch terá um preço entre  2.000 e 3.000 yens por ano( R$ 55 e R$85) , segundo foi revelado pelo Tatsumi Kimishima, presidente de Nintendo, ao jornal Nikkei.

Além de oferecer um multiplayer on line, o sistema online da Nintendo terá chat de voz, download de jogos e descontos no eshop. As funções online do Switch ficaram em teste até outono desse ano depois será cobrado uma assinatura.

 
Fliperama Games © 2012 | Designed by Fliperama e Zeh