Primeiro trailer e detalhes de Star Wars Battlefront II, que estará disponível em 17 de novembro de 2017.

0 comentários

A excelente convenção de Star Wars Celebration 2017 esta sendo realizada em Orlando, Flórida (EUA), a Electronic Arts apresentou o primeiro trailer e revelou os primeiros detalhes de Star Wars Battlefront II. A editora também anunciou que o jogo desenvolvido pela DICE em colaboração com Motive e Criterion estará disponível para PlayStation 4 Xbox One e Windows PC em 17 de novembro de 2017.

O trailer mostrado foca na reclamada campanha que Star Wars Battlefront II vai oferecer e criada em colaboração com escritores Lucasfilm, afirma Electronic Arts. Este será focado em  Iden Versio, comandante do Esquadrão Infernal, uma unidade de forças especiais do Império que depois de presencia a destruição da segunda Estrela da Morte embarca em uma odisséia que abrange o intervalo de 30 anos entre Star Wars: o retorno de Jedi e Star Wars: o despertar da Força.
O multiplayer continuará a ser uma das principais características de Star Wars Battlefront II, que irá oferecer grandes batalhas que teram até 40 jogadores em cenários de todas as epocas. A Electronic Arts promete um jogo online baseado em clases com uma grande variedade de veículos terrestres e aéreos. Os cenários de combate espacial estaram limitados a partidas de até 24 jogadores.

Entre os personagens disponíveis no modo multiplayer foram confirmados Darth Maul, Yoda, Kylo Ren, Luke Skywalker e Rey. Em alguns modos eles poderam enfrentar uns aos outros, os herois da trilogia original e da nova trilogia. Os novos campos de batalha estam presentes nas seguintes localizações: Theed, Takodana, a base Starkiller, Yavin, Mos Eisley, Endor e Hoth.

O modo multiplayer também inclui um cooperativo em que os jogadores lutaram contra os inimigos IA através das distintas epocas do filme. No PlayStation 4 e Xbox One o modo cooperativo terá a opção de ser jogado em tela dividida, sem exigência de conexão com a Internet.

Imagen 
 Em 17 de novembro Star Wars Battlefront II estará disponível em duas edições: standard e deluxe. Aqueles que reservarem o jogo em qualquer uma das duas edições receberá conteudo tematicos para Kylo Ren e Rey, e modificadores de habilidade para o Falcon Millennium.

A edição Deluxe inclui, além de conter o conteúdo da reserva, terá as seguintes vantagens: acesso ao jogo em 14 de Novembro, versões melhoradas das 4 classes de soldados (Officer, Assault, Heavy, e Specialist), 4 habilidades épica (um para cada classe) e desbloqueio instantâneo de armas e modificações de armas para cada classe de soldado.

São desconhecidos por enquanto os planos pós lançamento para nutir o conteúdo de Star Wars Battlefront II, mas Bernd Diemer, diretor criativo do jogo, afirma que não existe um passe de temporada. Segundo explica o desenvolvedor, esta decisão foi tomada para não dividir a comunidade de jogadores.

Novas imagens do Project Neon adiantam o futuro do Windows 10.

0 comentários

Creators Update chega ao windwos 10, em 11 de abril será enviado a milhões de computadores com uma atualização massiva repleta de novidades e particulamente voltada para o 3D.  A interface, no entanto, ainda não vai ser renovada. Essa será a missão da Redstone 3, uma nova atualização que irá introduzir uma série de mudanças desenvolvida sob o codinome Project Neon e agora podemos ver em maior detalhe graças ao site Thurrott.com




Project Neon foi visto pela primeira vez no início deste ano, graças a várias imagens conceituais com as quais a Microsoft tenta dar forma a nova interface do seu sistema operacional.

Embora as imagens em movimento (capturados a partir de um vídeo) ainda são conceituais mas servem para mostrar a direção que a nova interface do windows irá tomar. Se destaca por exemplo a iluminação da interface ao passar o cursor sobre a aplicação de correio, mas támbem algumas curiosas animações como por exemplo quando a janela esta sendo movida, a imagem sutilmente se desloca dentro da janela do perfil.

Finalmente, uma terceira animação mostra os detalhes que apareceram no Windows quando o usuário ativa o modo tablet e aciona um icone com os dedos, proporcionando um maior contexto visual a suas ações. É possível que as melhorias no uso da tela de toque tenham uma maior importância no Redstone 3 do que nas atualizações anteriores, particularmente dada a crescente popularidade dos dispositivos Surface.


Esta apresentação se soma a uma imagem conceitual interna publicada há poucos dias e que ilustra o aspecto que poderia ter o menu iniciar do windows.

Até o momento não se sabe a data de lançamento da atualização Redstone 3, que a priori parece ser maior do que a Creators Update. É possível (embora não seja certo) que a Microsoft forneça mais informações na conferência para desenvolvedores BUILD, que este ano será realizada entre os dias 10 e 12 de Maio.

Fonte: Thurrott

Project Scorpio irá melhorar o desempenho de jogos de todo o catálogo da Xbox One e Xbox 360.

0 comentários

É claro que o Project Scorpio nascido com a intenção de mostrar jogos da próxima geração com gráficos superiores aos atuais, executando em 4K nativos e a 60 FPS. Porém já existe um extenso catálogo de jogos para Xbox já disponível, assim Project Scorpio também tem a missão de melhorar o desempenho de todos os jogos que fazem parte do programa de retrocompatibilidade, seja de Xbox Um ou Xbox 360.

Ao contrário PS4 Pro, Scorpio pode utilizar toda a sua  potencia nos jogos já disponíveis. O objetivo da Microsoft é que a maioria dos jogos tirem um maior proveito do hardware do novo console. "Isso significa que os jogos que não consguem manter seus FPS no Xbox One tem a chance de faze-lo no Scorpio", diz Andrew Goossen, membro da equipe técnica da Microsoft. Cada jogo irá definir o seu objetivo.

Não se trata só é FPS. Muitos jogos de Xbox One usam uma resolução dinâmica, um sistema que lhes permite dimensionar a imagem ao custo de manter o nível de quadros por segundo (30 ou 60 FPS) nas situações mais exigentes. Com o Scorpio isso deverá desaparecer e os jogos executem em sua máxima resolução.

Também não foi negligenciado os detalhes para conseguir uma qualidade de superior de imagem. O hardware incluído no console tem a capacidade de substituir todos filtros bilinear e trilinear por anisotrópica, assim todos os jogos do Scorpio vão funcionar com um anisotrópico total (x16) por padrão. Esta melhoria será aplicada nos jogos compatíveis do Xbox 360.

O poder do Scorpio destinada a  melhorar a qualidade gráfica dos jogos já existentes também servirá para reduzir os tempos de carregamento. Não se falou em números, mas a Microsoft assegura que "seram muito mais rápido" graças a uma maior largura de banda do disco rígido, O aumento da frequência do processador (2.3Ghz) e mais memória (12Gb). Os jogos atuais do Xbox one irá usar cinco gigabytes de memória no Scorpio, assim sobram três para fazer um cache dos arquivos de sistema.

Toda a qualidade da imagem a ser exibida na TV será GameDVR. Project Scorpio captura vídeo em 4K e 60 quadros por segundo e com HDR sem nenhum impacto sobre o desempenho, usando tambem o codec HEVC. Outra novidade é a introdução da "captura de tela retroativa", o que significa que você pode mover suas capturas quadro a quadro para tirar o melhor frame, sem ter que pressionar o botão de captura de tela no momento exato.

Microsoft está empenhada em melhorar todos os modos que o jogo tenha, independentemente da TV na qual o Project Scorpio esteja conectado. Dessa maneira, aqueles que tiverem uma TV FULL HD poderá escolher modos de desempenho que fazeram com que o jogo flua melhor.

Fonte: Digital Foundry

Microsoft revela as informações coletadas pelo Windows 10.

2 comentários

A maneira como a Microsoft é obstinada em esconder o tipo de informações coletadas pelo Windows e enviadas a seus servidores levou à desconfiança dos usuários e instituições, para não mencionar a propagação de todos os tipos de hoaxes (como o sistema operacional vem um keylogger instalado por padrão) dificil de desmentir devido a uma política mais escuro do que clara. Isso foi mudado hoje, pela primeira vez a Microsoft forneceu "uma lista completa de todos os dados de diagnóstico coletados no nível Básico" e o resumo dos dados de diagnóstico nos níveis básico e completo.

Esta mudança de postura é, em parte, necessária para tranquilizar as autoridades de alguns países da União Europeia e dos responsáveis ​​pela privacidade da União Europeia, insatisfeitos com o seguimento de usuários do Windows 10 e preocupados com as suspeitas de que a atualização do Creators Update não seria uma melhoria. A este respeito, a Microsoft forneceu alguns detalhes sobre como irá controlar este aspecto do sistema operacional.





Windows 10 Creators Update, que começará sua distribuição oficial na próxima semana, irá adicionar alguns novos controles de privacidade com dois parâmetros para escolher: Básico e Completo. O primeiro deles irá recolher somente os informações "necessárias para manter seu dispositivo com Windows 10 seguro e atualizado". Segundo a Microsoft, a quantidade de informações coletada neste modo foi reduzido para a metade. Modo completo irá recolher informações a fim de oferecer "uma experiência mais personalizada" (e que aparentemente requer informações realmente grandes).

A lista de informações coletadas pelo Windows é incrivelmente extensa e varia desde informações relacionadas com a atividade de memória potencialmente pessoais, tais como resolução, compressão e paleta de cor de um video reproduzido pelo usuário (embora a Microsoft não veja o vídeo como tal ou o nome) ou o tempo gasto lendo um livro em seu idioma.

Além das mudanças relativas à privacidade e controle da informações enviada a Microsoft, Creators Update irá incluir novas funcionalidades, tais como Modo de Jogo para otimizar a gestão de recursos e atualiza o sistema para criação de conteúdo 3D e utilização de tecnologia  realidade mista como os oculos Windows Mixed Reality, anteriormente conhecido como  Windows Holographic.

Fonte: Microsoft


Asus anuncia monitor para jogos de 27 " com tela curva Quantum Dot e 165 Hz.

0 comentários

Update: Ao contrário do indicado inicialmente, o PG27VQ parece não ter suporte para HDR real.

Artigo original: Asus adicionou um novo monitor de alta performance para jogos ao crescente catálogo de sua marca Republic of Gamers. O ROG Swift PG27VQ é conhecida por oferecer alguns dos recursos mais avançados do mercado e mantém uma certa semelhança com o também notável Swift PG27UQ, com a diferença de que este novo modelo oferece uma resolução um pouco menor e um painel curvo bastante plano.

Com um tamanho de 27 polegadas e com 2.560 x 1.440 pixels em uma superfície de curvatura 1800R, este monitor para jogo chega para se tornar um dos mais avançados do momento. Seu painel é baseado na tecnologia Quantum Dot da Samsung e fornece um contraste muito elevado.


Outros detalhes a serem considerados são o seu refresh de 165 Hz, suporte para a tecnologia G-Sync da Nvidia e o sistema de iluminação Aura, que permite combina as tonalidades do monitor e torre através de vários LED RGB. Asus ainda não informou o preço deste novo monitor, apenas informou que estará disponível no terceiro trimestre deste ano.

Como referência, o PG27UQ (tela plana 4K, Quantum Dot, HDR e 144 Hz com G-Sync) sairá por 2.000 dolares nos Estados Unidos. Embora deva ser menos caro, não parece PG27VQ vai ser um modelo acessível.

Junto ao Swift PG27UQ Asus também apresentou a Strix XG27VQ, com 144 Hz, G-Sync, painel curvado de 27 polegadas, iluminação Aura resolução full HD. Este monitor não vai ter os recursos avançados, como HDR ou resoluções exorbitantes, mas possivelmente será a melhor opção para os jogadores menos hardcore.

Até agora o preço não se sabe o preço e a data de lançamento deste segundo monitor, que foi anunciado junto a um repertório de produtos ROG que incluiu a placa Poseidon GeForce GTX 1080 Ti, um novo mouse Pugio 7.200 DPI e placa de rede de 10-Gigabit ROG Areion 10G NIC.

Fonte: ROG

Project Scorpio será apresentado quinta-feira às 10:00.

0 comentários

Os rumores terminaram. Nesta quinta-feira as 10:00 hora assistiremos à apresentação do Project Scorpio. Assim como foi anunciado pelo EuroGamer e Digital Foundry, que seram os responsáveis por apresentar o novo console da Microsoft. Não há informação sobre que tipo de informação  podemos esperar, mas tudo aponta que será de um artigo técnico, a especialidade da Digital Foundry.

Os rumores sobre Project Scorpio apareceram a um ano atrás quando Kotaku descobriu que Microsoft estava trabalhando em um Xbox one mais potente. O rumor que apareceu somente dois meses depois que Kotaku falou do PS4 Pro. A Microsoft não confirmou a existência de seu novo console até E3 2016, onde apresentou Xbox One S.


Desde o princípio Project Scorpio foi vendida como "o console mais potente criado." Para conquistar este posto, terá 6 teraflops de potencia, processador de oito núcleos, suporte nativo para jogos 4K (autênticos 4K" insiste Microsoft) e largura de banda de memoria de 320 GB por segundo. Os jogos e acessórios serão compatíveis com todos os modelos de Xbox One (Xbox one, Xbox one S e Project Scorpio). Falta saber por exemplo a quantidade e tecnologia da RAM (se fala em 12 GB GDDR5)e qual o processador que virá. Nem nós sabemos o preço, informação que seguramente será descoberto mais para frente.

Se a Microsoft deu o direito exclusivo do Project Scorpio a Digital Foundry é porque confia muito na performance do seu console. Digital Foundry é uma pagina especializada na análise técnica de software e hardware e qualquer mentira ou promessa não cumprida em termos de performance ficaria exposta. Uma vez que saibamos como é tecnicamente o cosole, a Microsoft pode dedicar sua conferência do E3 2017 para mostrar o que ele faz,ou seja, para mostrar ao mundo quais são esses jogos em 4K.

Talvez seje só um detalhe, mas no twitter que serrviu para confirmar esta apresentação menciona o console com o nome de Xbox Scorpio. Até agora sempre havia sido chamado de Project Scorpio, seu codi nome.

Valve prepara importantes mudanças no sistema de recomendações da Steam.

1 comentários


A Valve não esta feliz com o funcionamento atual do steam e com os diversos sistemas de recomendações customizados aos usuários, os conteudos que chegam na pagina principal do steam ou em geral aqueles que estão a venda na plataforma. Por essa razão, a steam a muito tempo vem fazendo varias mudanças importantes começando pela comentada eliminação da porta de entrada governada pelos usuário (que nem sempre eram jogadores) Greenlight e sua substituição pelo Steam Direct.

As outras seções que compõem a nova abordagem da empresa a diversos dos problemas em sua loja foram detalhados em uma visita recente à sede em Bellevue que propôs a várias "personalidades" e youtubers como Totalbiscuit (Cynical Brit) e Jim Sterling (Jimquisition ), que mais tarde  publicaram dois vídeos que transmitem os destaques destes planos futuros. Embora suas palavras não devam ser tomadas como uma declaração oficial da Valve, sua popularidade e o simples fato da Valve ter selecionados eles para esta reunião oferece uma considerável veracidade.
Um dos problemas que mais preocupa a Valve são os conhecidos "falsos jogos", títulos com baixa ou nenhuma qualidade que chegam a loja aparentemente como uma forma de obter benefícios explorando o sistema de recomendações, e o mercado de cartas que sobrevive graças à presença de botnets e um (pequeno) benefício econômico para os usuários. O sistema de troca de cartas e similares receberá uma revisão ainda não detalhada por este motivo.

Jà que impedir a entrada destes "falsos jogos" não é uma questão trivial (especialmente tendo em conta a presença de facilidades como o programa de acesso antecipado), a Valve esta trabalhando em um novo sistema de avaliação e recomendação algorítmica. Para evevitar como efeito colateral que bons jogos com analises atípicas possa ficar sepultadas debaixo desse sistema, será criado um novo programa de participação popular chamado Steam Explorers


Qualquer usuário pode entrar no sistema de Exploradores Steam, um sistema que vai disponibilizar a eles uma compra de jogos pré-selecionados e então jogarão e avaliarão os jogos em diversos critérios. Para isso, você precisará comprar os jogos mas a Valve está planejando em alguns benefícios para os exploradores como: insígnias especiais, reembolso sem restrição de horas (uma vez por semana). Não é bem certo se isso será usado para avaliar novos jogos e controlar o caos causado pelo Greenlight, mas entraremos em contato para ver se conseguimos nossas próprias respostas.

CD Projekt RED trabalhará em outro título em paralelo a Cyberpunk 2077 e poderia voltar para The Witcher.

0 comentários

A mais popular empresa da polonia da indústria de videogames realizou ontem sua conferência anual de resultados para os acionistas, que nos deu alguns detalhes interessantes sobre seus planos futuro de desenvolvimento. Por um lado, eles confirmaram que 2017 será o ano de Gwent: The Witcher Card Game, e  com uma equipe três vezes maior do que a do jogo de cartas trabalhando no esperado Cyberpunk 2077, não é provável que iremos saber muito sobre este título nos próximos meses.

Uma das revelações da conferência foi a intenção de trabalhar em um terceiro título uma vez lançado Gwent, de modo que o estudio irá aumentar a sua equipe ainda mais para atender a este projecto junto ao exigente Cyberpunk, mantendo as operações diárias e conteúdo atualizado do jogo de cartas. No que diz respeito à natureza ou magnitude do terceiro jogo nada foi esclarecido, mas quando questionado sobre a possibilidade de voltar para a série de The Witcher os responsáveis ​​deixaram uma porta aberta.

O CEO da CD Projekt confirmou como já sabíamos que The Witcher 3: Wild Hunt é um "projeto encerrado" e, portanto, não vai receber novos conteúdos, assim como a série foi concebida como uma trilogia. No entanto, a equipe aprecia profundamente esta marca na qual foi investido quinze anos e sobre os quais contam com os direitos para desenvolver qualquer quantidade de jogos, então eles pediram aos acionistas que " pensem" sobre a possibilidade de voltar  a franquia no futuro.

Fonte: Arquivo completo da conferência no canal de YouTube da empresa

Sega promete novidade sobre o futuro da Bayonetta com uma curiosa bricadeira.

0 comentários

Sábado foi 1 de abril o "Dia da Mentira". Entre as muitas brincadeiras realizadas com maior ou menor dedicação  pelas empresas da indústria de videogames uma parece que pode ser verdade:  o pequeno segredo que o demake extremo de Bayonetta esconde, e que foi lançado gratuitament pela Sega no Steam .

Este elaborado título que exige segundo a empresa 1 mega de RAM permite passar o tempo pulando e atirando com a popular bruxa além de desbloquear uma série de conquistas, incluindo uma que esconde um pequeno segredo. As imagens associadas com dois deles revelam uma URL escrita na roupa de Bayonetta (e escolhida com base em sua data de nascimento) nos leva a uma contagem regressiva para uma revelação na terça-feira às 12.

No fundo de tela da url podemos vê as botas icónica do personagem, não temos mais detalhes para esclarecer o que podemos esperar após a concluzão do relogio. A suposição mais difundida pelos fãs é do anúncio de uma versão para computadores com Windows e Steam do primeiro jogo, o de uma compilação de ambos para o Switch (com Platinum Games colocando a prova o hardware similar ao do Nvidia Shield com a sua versão de metal Gear Rising: Revengeance) ou a divulgação de uma terceira parte da série.

Muitos jogadores e meios descartam a possibilidade de que Bayonetta 2 chegue a alguma plataforma que não seja o Switch, dado que a Nintendo pagou pela a maior parte do desenvolvimento para ser  exclusivo do Wii U (supostamente devido à falta de interesse de outras empresas) e mantém os seus direitos distribuição, papel correspondeu Sega no primeiro semestre. No entanto, vale ressaltar que uma situação relativamente semelhante ocorreu com outro exclusivo o Lego City Undercover precisamente acabou saindo para outros consoles e computadores com o Windows da habitual distribuidora dos jogos da franquia, Warner Bros.

Ficaremos atentos a quaisquer avanços que surja sobre esta proposta enigmática, mas pelo menos parece que não vamos esperar muito tempo para sabermos de forma inequívoca a sua natureza.

Fonte: Site com a contagem regressiva

 
Fliperama Games © 2012 | Designed by zeh and Bubble shooter